sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Saudades

Hoje, senti saudades daquelas crianças
Tinha em meus braços toda esperança
A casa cheia de carinho e afago
E agora? Somente saudades eu trago.

Hoje, procuro e não mais encontro
onde estão os pequenos, cadê o encanto?
A casa em silêncio, só o meu pranto...
Procuro cada um, em cada canto.


Hoje, todos os momentos são passados
O meu carinho já é demais
Minhas palavras já não atrai
Nada que eu faça satisfaz.

Hoje, penso no tempo que passou
Foi tão rápido, foi tanto amor
Doei de mim todos meus momentos
Hoje, somente lembranças e pensamentos.

Iracema Patrício

Um comentário: