quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Te Quero

Te quero porque te quero,
Não sei explicar por que te quero
Te quero como amigo e como amante
Penso em ti a todo instante.

Tu és a poesia do meu viver
Não sei explicar o por quê?
Te quero na realidade e na fantasia
Penso em ti toda noite e todo dia.

Te quero e nada mais importa
Tu és a esperança que me conforta
Navegar em seu porto eu quero
Tu és a vida, o norte que eu espero!

Te quero e nem quero pensar
Se é apenas um momento que passará
Só sei que te quero não dá prá negar
Deste sonho infinito não quero acordar.

Iracema Patrício

Nenhum comentário:

Postar um comentário