quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Insônia

Ah! a madrugada...
insônia que vem do nada
a noite sonhar acordada,
pro dia conseguir viver.

Ah! esta insônia faz doer...
vontade de escrever,
vontade de te ver,
e agora o que fazer?

O coração faz poesias...
pro dia tornar melodia
a semana não padecer.

Passa noite, passa dia...
a espera angustia.
resta assim permanecer.

Iracema Patrício

Nenhum comentário:

Postar um comentário